Artur Miranda e Jacques Bec apresentaram Le Boudoir en Panoramique inspirado em Mata Hari. Irreverente, glamoroso, vintage e chique são adjectivos que caracterizam este cenário extravagante. “Namban” o papel de parede feito à mão e realizado em colaboração com De Gournay, onde cada obra de arte é única, foi inspirado na arte japonesa de estilo Art Deco com várias tonalidades de brilhos e dourados. Assim como o tapete Tai Ping são as peças chave deste cenário, de cor preta Lurex em seda, com fios de ouro entrelaçados tornam todas estas peças únicas. Todos os móveis apelam à sofisticação, desde a mesa do Ettore Sottsass, ao candelabro de Patrice Dangel, passando pelas criações de OITOEMPONTO, aos vasos de Paul Haustein e Roger Capron compõem, entre outros, um ambiente místico. Com resultado final único, ao espírito hipnotizante do espião masculino Mata Hari.